domingo, 27 de janeiro de 2008

Primeiro contato

Belo Horizonte, 27 de janeiro de 2008
Queridos leitores,


Há tempos que tinha a idéia de criar um blog. Depois de muito pensar sobre o assunto, resolvi, finalmente, criá-lo.
A idéia do nome foi baseada em um livro: “Cartas à Theo”, que reúne cartas enviadas pelo pintor Vincent Van Gogh à seu irmão, amigo e confidente, Theo. Nas cartas, ele descreve
suas obras, a formulação de seu pensamento estético e detalhes da evolução de sua loucura. Em algumas cartas, ele fala abertamente sobre sua “doença”, reflete sobre ela e consegue até prever as crises, que se tornaram mais freqüentes no final da vida e culminaram com sua morte.
Se eu fosse mandar cartas a alguém, certamente essas cartas não teriam tantos acontecimentos. A verdade é que, nesses 22 anos, nunca tive muita história pra contar. Minha vida sempre foi parada. Cercada de complexos e decepções. Nada de aventuras, romances, sexo. Acho que de agora pra frente é que vou realmente aproveitar a vida. Na medida do possível, porque os complexos e decepções continuam me acompanhando ainda hoje.
E este é o espaço que posso usar pra contar os acontecimentos da minha vida... Espero compartilhar minhas “cartas”, endereçadas a vocês todos.
Por hoje me despeço aqui.


Até a próxima.

“(...) No entanto eu sirvo para algo, sinto em mim uma razão de ser, sei que poderia ser um homem diferente. No que é que eu poderia ser útil, para o que poderia eu servir; existe algo dentro de mim, o que será então?... Você sabe o que faz desaparecer a prisão. Ë toda afeição profunda, séria. Ser amigos, ser irmãos, amar, isto abre a porta da prisão por poder soberano, como um encanto muito poderoso. Mas aquele que não tem isto permanece na morte. (...)”
Vincent Van Gogh – julho de 1880


Um comentário:

Rajeik - Rebelde disse...

Ser o primeiro a postar aqui é uma honra.

Ainda mais porque admiro tanto essa pessoa,que é e será meu amigo pelo resto da minha vida e se tiver jeito depois dela tbm! =P

Gostei do inicio da jornada,como sempre vc com seus textos super bem feitos.

Abração amigo!!