quarta-feira, 5 de março de 2008

Carência

Belo Horizonte, 05 de março de 2008

Acho que cheguei a uma conclusão. Não posso ter carinho. A verdade é que sou um eterno carente! Talvez por não saber como é ter alguém, talvez - por mais clichê que pareça – por nunca ter tido alguém pra chamar de meu.

As pessoas com que eu fico, com que, de alguma eu me relaciono, não dão seqüência nenhuma... Às vezes me perguntam se eu estou ficando com alguém. Eu digo que não. Eu nunca estou com alguém. Fico uma vez, pra nunca mais... Mas não que eu queira. Eles é que não querem.

Descobri que não posso receber carinho. Quando uma pessoa é delicada comigo, agradável, me faz me sentir querido, eu logo me apaixono. É um erro, eu sei! Tento me corrigir, mas não é fácil.

Há umas duas semanas atrás fiquei com um rapaz na boate. Trocamos olhares por um tempo, antes de eu me aproximar.

- “Você está sozinho” – fiz essa pergunta idiota

Ele sorriu e me abraçou. Depois nos beijamos. Foi um beijo doce, carinhoso. Estávamos curtindo aquela situação. Estávamos gostando das nossas bocas... Foi diferente de tudo o que já tinha acontecido comigo até aquele dia.

Ele tinha que ir embora cedo. Despedimo-nos dando seqüência ao clima “romântico” que estava rolando.

Trocamos telefones.

- O seu número é da Oi? Q bom! – perguntou (como se isso importasse, e ele fosse ligar)

Fiquei mais um pouco lá com meu amigo, mas a boate perdera a graça. Queria que ele continuasse lá comigo até amanhecer...

No outro dia, à noite, mandei uma mensagem dizendo q a noite anterior tinha sido boa e que eu havia pensado nele durante o dia.

Quando contei isso pro Foxx ele esbravejou:

- Ele deve achar que você está desesperado! São no mínimo três dias até você ligar para um cara! Não se telefona pra ninguém no dia seguinte! Aprenda!!

Bem que ele falou... no mínimo três dias, no máximo duas semanas.

Partir pra próxima, né?

Hoje reencontrei o Foxx e ele disse que eu preciso primeiro, curtir a solteirice, conhecer bastante gente para depois então arrumar um namorado...

Aí, essa semana, o tal menino me ligou!

- “O que aconteceu? Você nem me ligou!” – perguntou

- “Eu mandei uma mensagem, você nem me respondeu...”

- “Então, vamos marcar alguma coisa para o fim de semana? Eu estou 100% disponível!”

Vou ligar. Tomara que ele ainda queira sair... Mas vou tentar ir ao encontro sem muita expectativa. Deixar as coisas acontecerem e não colocar o carro a frente dos bois.

Espero que na semana que vem tenha mais coisas pra contar!

Até

13 comentários:

FOXX disse...

ai ai amigo
carência dá e passa viu?
se preocupa naum...

e continuo afirmando...
3 dias no mínimo!

Tarco Rosa disse...

Olá Theo, estou passando pra conhecer seu blog. Gostei do estilo diário, apenas textos confidenciais... Um grande abraço

Mans disse...

eu acho que os grandes amores não nascem de boates e sim de amizades

Joaquim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tarco Rosa disse...

Olá Theo, obrigado pela força! Estou tentando, tenho dois textos nas mãos de agentes literários, mas o mundo editorial não é fácil. Ninguém quer publicar obras com essa temática. O mercado é considerado restrito. Mas quem sabe? Vou continuar tentando...
Valeu!

Calvin disse...

eu não consigo fazer jogos... se eu to louco pra ligar acabo ligando... e demonstro mesmo quando gosto... o bom é que eu sempre acabo ficando mesmo com quem realmente também não gosta de jogos... mas acabo também quase nunca ficando com ninguém pois eu sei mesmo que a grande maioria segue aquela canção
"gostar de quem não gosta de mim"
ou seja, muita gente gosta mesmo de ser esnobada de leve, pra se "dar valor" no outro. Acho isso muita furada mesmo

Obrigado pelo comentário viu
abçs
calvin

Rajeik - Rebelde disse...

Ahhh.


3 dias?? Msmo estando na Vontade de saber o que se passa lá do outro lado?!


Ahh...eu ligo.

E o que tiver de ser,é isso mesmo.

abração amigo.

Adorocêtbm!

Monsieur M. disse...

Oi, querido!!

Bom ver isso aqui atualizado... Heheheh!!

Olha, sobre isso de "tu não poder ter carinho", acontece comigo também... Muitas vezes sinto que há um "auto-boicote" de minha parte que, quando alguém parece estar a fim de mim, eu esnobo, e, quando estou a fim de alguém, parece algo impossível, mesmo que haja algumas coisas que dê a sensação de que vai rolar, fico pensando em mil e uma coisas...

Como o Foxx disse aí em cima, carência dá e passa. E isso eu sei muito bem!!!

Espero que dê tudo certo no encontro!!

Bj!!

Leo Lazzini disse...

hehe tadim, fica carente nao zé... soh num pode ir no cinema sozinho e comprar sorvete de creme, tirando isso vai pro shops, dah um rolé na praça do Papa, fica d eolho nos gatim... carencia num atrai nada :(

abraco!!

Rajeik - Rebelde disse...

Aquele que comentou né?!

kkkkkkkkkkkkk

Se quiser te apresento,mas vou ter que conhcer antes.

Abração!

Adorocêtbm!!!

T.E.A.G.O. disse...

nossa... ta carente mesmo..
que isso

Leandro disse...

e desde quando existem regrinhas fundamentais pra se relacionar com outras pessoas? somos todos diferentes, não encana com esses prazos, lugares de se conhecer, situações limitativas... curta, aproveite. Se der certo, ótimo. Se não der, partir pra outra, conhecer gente nova, continuar com a vida... Em nossa vida existem vários amores, vários homens de nossas vidas, vários eternos amores. Ou então encontra-se, sem querer, alguém que REALMENTE quer estar ao seu lado e que vc tb queira o mesmo. e que vcs consigam conviver de uma maneira feliz, por mais trabalho que isso dê. estar acompanhado é um trabalho árduo, disfarçado de aconchego.

e, assim, tá carente? se joga na punheta, pega um cara gato diliça bem cafa, e relaxa.

preocupa não que tudo dá certo. palavra!

Monsieur M. disse...

Ô seu moço!!!

Cadê a atualização disso aqui, hein???

Humpf...

Quero novidades!!!

Bj!