terça-feira, 29 de abril de 2008

A vida continua...

Belo Horizonte, 29 de abril de 2008.

Quando conhecemos uma pessoa e passamos a ter algum tipo de sentimento por ela (não me referindo apenas à paixão), nutrimos esses sentimentos pela nossa imaginação, pelas nossas expectativas em relação àquela pessoa. Foi assim com o Celso, aquele a quem contei na última carta. Não sei por que eu ainda gasto tempo de escrever sobre ele, mas...

Acho que não me apaixonei por ele. Fiquei foi decepcionado. Tinha vontade de conhecê-lo, como tenho vontade de conhecer vários outros amigos virtuais. Mas as coisas não correram como eu imaginava, e como ele me fez acreditar que aconteceriam.

Depois do que contei por último, resolvi deixar mais um recado, perguntando quando ele voltaria para Portugal. Ele me respondeu, dizendo que a gente poderia se encontrar nó penúltimo fim de semana do mês, já que no último, ele embarcaria para Lisboa. Começou ali: depois de três meses no Brasil, foi-me “reservado” o último fim de semana livre... O convite ficou só naquele depoimento no orkut! Ele sumiu mais uma vez.

Perguntei Rajeik e Foxx se deveria ligar ou não para ele e convidá-lo para sair comigo. Os dois disseram que não! Na verdade, foi melhor... Queria ligar, mas, ao mesmo tempo, tinha medo de ouvir outro “não”. Isso só me deixaria mais triste. Decidi seguir os conselhos dos meus amigos e não ligar. Ele não demonstrou nenhum interesse por mim. Nenhuma vontade de tornar física a nossa amizade virtual, que parecia tão bacana. Nem mesmo quando aparecia no msn usando o nick “Tô afim”- uma forma mais educada de dizer “quero sexo hoje”- ele se lembrou de mim. Sempre ficava offline quando eu aparecia. Só espero que ele não seja bobo o bastante para pensar que eu não percebi que estava sendo evitado o tempo todo.

Tudo o que aconteceu com esse caso, me fez me sentir mal. Mal por não saber o que aconteceu pra ele ter tamanha desilusão comigo. Pela internet parecia tão legal, tínhamos assuntos em comum e gostos parecidos... Qual será o motivo? O que será que eu fiz que o desagradou tanto? Ou será que tinham várias outras pessoas “afim”, que nem sobrou tempo pra conhecer um amigo? O Rajeik tenta me consolar, dizendo que “quem perdeu foi ele”. Será??

Por falar em Rajeik, quero aproveitar para agradecê-lo! Meu amigo! De verdade, e pra sempre!! Não só a ele, mas ao Foxx e ao Brunno, que me deram, sem dúvidas uma das melhores noites dos últimos tempos!! Quero que elas se repitam por muitas outras vezes. Me mostraram que bons amigos ajudam a superar as crises de carência.

Por incrível que pareça, não estou triste. Acho que estou em um momento feliz da minha vida... a carência continua,mas, pelo menos, há outras coisas boas acontecendo em outros campos da vida!

Ao Celso, desejo felicidades. Espero ter a oportunidade de conversarmos ainda, alguma vez... Fico com a “consolação” do Rajeik, com o pensamento de que “quem perdeu foi ele”!

E vida continua, e a pergunta que fica é: Por que as pessoas mexem tanto comigo?

Até!

8 comentários:

Tarco Rosa disse...

Olá, Theo, a vida tem momentos. Não é à toa que um dos símbolos da nossa existência é a roda. Espero que suas cartas, ao registrar um percurso, lhe proporicionem a oportunidade de conferir experiências e acertar os rumos.
Ah, quanto a meus posts, minha história é ficção!
Um abraço

Leo disse...

Oi Theo. Gosto muito dos seus textos. Sempre me vejo neles. É chato quando, depois de tanta gente que não vale a pena, a gente encontra alguém que considera legal, e esse alguém não retribui, né? Mas concordo que quem perdeu foi ele. Perdeu um amigo, na pior das hipóteses. Não percebeu como você era bacana. Provavelmente preferiu alguém "pra hoje". Uma pena pra ele. Com certeza ele não era tão legal quanto você imaginava.
Grande abraço

O Pequeno Diabo disse...

nem cheguei perto d um encontro fisico

uma pessoa legal q qd tem a oportunidade de me chamar p se encontrar, diz q eu preciso d amigos gays q me levem p sair, sendo q estamos na msm cidade e ele bem q podia ser um desses meus amigos, se naum quiser nd a mais cmg

tow desiludido mais uma vez cm a net

xx

Timmy, o Provinciano disse...

Olá Theo...
Gostei muito do seu blog... Vou começar a visitá-lo mais seguido!
Grande abraço!

Rajeik - Rebelde disse...

Ainda digo e Repito.


"QUEM PERDEU FOI ELE"

Que isso amigo,sou seu amigo sim,para o que der e vier,saiba disso!

abraçaoo!!

E teremos outras noites daquelas sim!!


*preciso de atualizar né!?kkkk

Calvin disse...

A picada venenosa do amor... ih... já sofri muito por causa dela... tem antídoto?
Temos que pesquisar!

Abraços
Calvin

FOXX disse...

pergunta: theo, como vc pode se apaixonar por alguém q vc naum conhece?
o nome disso naum é amor, é carência

No Divã com Van disse...

...já vi essa história...
e outra: adorei seu blog!!
vou ficar passando por aki...
abraço!